Quarta hortaliça mais cultivada no Brasil pode controlar até Diabetes

A batata-doce é o alimento principal entre os diversos adeptos de atividades físicas. Ingerida diariamente, devido aos seus inúmeros benefícios, é comum encontrar no cardápio dos atletas o combo: frango/batata-doce.

Principal ingrediente das refeições dos desportistas

Segundo a nutricionista, Daiany Costa, isso ocorre devido ao seu baixo teor calórico e ainda por ser rica em fibras, que auxilia no controle das taxas de açúcar e gordura do sangue.

“É um dos alimentos mais nutritivos e um potente antioxidante, fonte de diversas vitaminas, além disso, ainda atua na manutenção dos ossos. Uma pessoa adulta, a cada 100 gramas de batata-doce é possível ingerir até 43% da necessidade diária de vitamina A e 53% de vitamina C”, relatou.

Pode ser consumido de diferentes maneiras

Mas o que poucos sabem é que, além de ajudar a manter o corpo em forma, essa raiz contribui no controle da Diabetes.

A nutricionista explica que embora os carboidratos transformem-se em glicose, após a ingestão, auxiliando na produção de energia para o corpo, a batata-doce por ser um carboidrato de baixo índice glicêmico.

Significa que sua absorção é mais lenta, libera aos poucos o açúcar na corrente sanguínea sem estimular o hormônio chamado insulina, (responsável pelo aumento da fome e pelo acúmulo de gorduras).

Por ser rica em ácido cloro gênico, ajuda a diminuir a resistência à insulina.

Batata doce caramelizada é muito saboroso

“As batatas-doces possuem, naturalmente, um sabor adocicado. Seus açucares são lentamente liberados na corrente sanguínea, ajudando a garantir uma fonte equilibrada de energia, sem picos de açúcar no sangue ligados à fadiga e ao ganho de peso. É preciso ter em mente, que apesar de todos os benefícios, a batata-doce não cura a diabetes, ela ajuda o paciente no controle da doença e uma melhor qualidade de vida”, ressaltou.

A batata doce é um dos alimentos mais nutritivos e funcionais, apesar de ser um carboidrato do bem, não deve ser consumida a vontade e sim de forma moderada.

As quantidades são individuais, de acordo com a necessidade energética de cada paciente.

Consulte seu nutricionista, ele é o profissional indicado para avaliar e orientar as quantidades que cada um necessita. Não tem segredo na hora de consumir esse alimento.

Maneira mais saudável é sempre cozida

“O melhor jeito de consumi-la é cozida, com casca e evitar o acréscimo de gorduras nas preparações de pães, bolos e biscoito para não perder suas funções e suas propriedades nutricionais”, propôs a nutricionista.3


Publicidade