Sol e peixe: combinação perfeita para prevenir várias doenças

A maioria das pessoas que vivem em área urbana passa a maior parte do dia em ambientes fechados, ou seja, sem contato com a luz solar, tornando-os carentes de vitamina D.

Hoje, com avanço das tecnologias voltadas à saúde, existem vários produtos de qualidade disponíveis no mercado que supre a vitamina D no organismo.

Suplemento de Vitamina D só deve ser usada com orientação médica

Por ser sintetizada pelo organismo, sua ausência proporciona uma série de complicações. Uma delas é desenvolvimento de algum tipo de demência, ou seja, alterações cognitivas, comportamentais ou distúrbios de personalidade.

A vitamina D vai muito além do auxilio da parte óssea, ela também previne o câncer e pode ser usada contra doenças autoimunes, como artrite, reumatoide e esclerose múltipla.

Além disso, pode proporcionar uma gravidez mais segura, protegendo o coração do bebê, controlando e prevenindo a diabetes gestacional.

Essa vitamina também está envolvida:

  • Na produção da insulina;
  • Auxilio muscular;
  • Reduz os efeitos da TPM (tensão pré-menstrual);
  • Ajuda no tratamento contra o câncer;
  • Combate gripes e resfriados, dentre outros.

Uma das melhores maneiras de produzir a vitamina D sem ajuda de suplementos é o banho de sol. É preciso 15 a 20 minutos por dia de exposição ao sol nos braços e pernas, sempre usando protetor solar.

Você pode aproveitar um passeio de bicicleta ou uma leitura no parque

Alguns alimentos são ricos nessa vitamina, como por exemplo, o peixe. Se mesmo com a mudança da alimentação ou o banho de sol diário, o organismo sentir falta desta vitamina é consultar seu médico antes de ingerir qualquer suplemento.

Fique atento, o consumo em excesso pode elevar à concentração de cálcio no sangue, causando problemas renais gravíssimos, a ponto de perder a função do rim.

Peixe é um dos melhores alimentos, pode ser consumido todos os dias

A orientação geral indica:

  • Para aqueles com mais de 50 quilos: ingerir 5 a 10 mil unidades de vitamina D por dia.
  • Para as gestantes e lactantes: ingerir 5 a 10 mil unidades de vitamina D por dia.
  • Para as crianças: consumir até 1.000 unidades para cada 5 quilos.

O nível regular da vitamina D proporciona melhor recuperação de doenças, contribuindo no funcionamento dos glóbulos brancos, responsáveis por combater infecções.


Publicidade